O Fim

| segunda-feira, 25 de julho de 2011

A data, essa deve ser referida, 29 de Abril de 2009, nascia nesse dia um projecto, que de humildemente nascia.
Inspirado por projectos enormes ( que igualmente acabaram por perecer), desenvolvidos pelo caríssimo colega Aníbal Gonçalves, entre outros autores. Ao longo do tempo, o Corvo seguiu a sua linha e objectivos, divulgando a terra, as suas gentes, costumes e actividades, sempre em prol de Torre de Moncorvo.
Contudo, nesta data não podia deixar de parte os seus conselhos e opiniões, daí nasceu o Corvo que suas senhorias conhecem, dele nasceram inúmeros projectos semelhantes, ele é sem dúvida o "Pai" da actividade Bloguista no que diz respeito à divulgação da nossa maravilhosa Vila...Torre de Moncorvo.

Este era mais um projecto, que tinha as melhores pretensões e objectivos mais que altruístas acima de ideais políticos ou projecções pessoais.... a ideia era esta: A UNIDADE entre transmontanos, o orgulho da terra, a vontade de ficar, o orgulho de ser TRANSMONTANO.
Valeu a ideia, morreram os conceitos dizem vocês.... ENGANAM-SE!!!

Ao longo destes três anos recebi imensas críticas, umas positivas e muitas negativas, talvez devido ao pecado de amar a minha terra, talvez pelo facto de estar longe...talvez....

Não interessa, durante três anos, mantive a minha convicção, continuei forte e resistente, olhando para as mensagens de apoio, de pessoas que se sentiam perto da terra ao olhar o blogue, estivessem elas em Portugal ou noutros Países e Continentes, o sentimento era o mesmo, o da PARTILHA e do AMOR.

Amor esse que não termina, nunca....

Tem sim a sua pausa este blogue.
Um interregno, por quanto tempo? Não sei....

Mas uma coisa é certa, o AMOR a MONCORVO esse não termina, jamais...

Um abraço e obrigado e todos aqueles que participaram neste Blogue.

Do Sabor ao Reboredo....

1 comentários:

Anibal G. disse...
17 de dezembro de 2011 às 13:13

Nem sempre o que é feito com amor, o mais nobre dos sentimentos, é bem entendido e aceite. O importante é não baixar os braços e partir para novos desafios.
A vida é curta, não a desperdicemos com coisas menos positivas.
Um abraço amigo

Enviar um comentário